Loja do Mecânico 960x90


Entrevistas - Da Redação

Delphi promete lançar mais de 800 produtos para o mercado de reposição este ano

Nos estados de Minas Gerais e São Paulo a Delphi soma seis unidades fabris e pretende lançar mais de 800 produtos apenas em 2017. Confira, com exclusividade, a entrevista com o Diretor Excutivo Amaury Oliveira

Jornal Oficina Brasil: Conte-nos um pouco de sua trajetória profissional e quais são os seus desafios à frente da Delphi.

Amaury Oliveira: Minha carreira na Delphi começou em 1991. Passei por diferentes departamentos nesse período e pude conhecer diversas áreas da empresa, assim como cidades e países em que a Delphi está localizada. Comecei como estagiário de manutenção na divisão de gerenciamento de motores e, apenas alguns anos mais tarde, iniciei na divisão de aftermarket – assim que a divisão foi estabelecida no Brasil.

Nesses 26 anos, trabalhei em áreas como produção, confiabilidade do produto, qualidade, engenharia do produto, marketing do produto, engenharia de serviços, vendas e gerenciamento de programas tanto em equipamentos originais como no mercado de reposição, principalmente em áreas comerciais técnicas. Quando olho para trás, tenho muito orgulho dessa trajetória. No ano passado, inclusive, a nossa divisão voltada para o mercado de reposição recebeu o prêmio Great Place to Work, sendo reconhecida como uma das melhores empresas pra se trabalhar por seus funcionários. Tornar o ambiente de trabalho cada vez mais agradável faz parte dos objetivos estratégicos de nossa divisão dentro da Delphi. Acreditamos em um time unido e satisfeito como elemento-chave do sucesso. Passamos uma grande parte de nosso tempo e de nossas vidas em nosso trabalho, portanto essa precisa ser uma experiência agradável e valiosa para todos, em qualquer empresa.

JOB: Hoje quantas unidades fabris existem no Brasil e quais os produtos que são comercializados no mercado de reposição?

AO: O Brasil conta com seis unidades fabris localizadas no interior de São Paulo e Minas Gerais, além do escritório central em São Caetano do Sul-SP. Atuamos em diferentes linhas de produtos:

• Arquitetura Eletro/Eletrônica: produzindo terminais, conectores e sistemas completos de distribuição de energia elétrica, conhecidos como chicotes elétricos.

• Powertrain: produzindo bicos injetores, bobinas de ignição, sensores, bombas de combustível, injetores Diesel, além de outras tecnologias.

• Eletrônicos & Segurança: Módulos Eletrônicos, Infotenimento, Software e Serviços.

A divisão da Delphi voltada para o mercado de reposição de peças independente (chamada por nós de “Soluções em Produtos & Serviços”) oferece mais de 5 mil itens para as linhas de  injeção eletrônica, ignição, diesel, climatização & arrefecimento, equipamentos de diagnóstico e suspensão & direção (para exportação), além de serviços para as linhas leve e pesada.

JOB: Nos últimos anos quais investimentos foram feitos pela empresa no Brasil?

AO: Para este ano, a Delphi está trabalhando no lançamento de mais de 800 produtos voltados exclusivamente para o mercado de reposição de peças – o que já significa um investimento significativo. Além disso, a Delphi está investindo em treinamentos para toda a cadeia em toda a América do Sul. Com essas ações, pretendemos movimentar o mercado, trabalhar fortemente a marca Delphi e levar soluções completas para nossos clientes, ou seja, ir muito além da venda de peças. Para 2017, apostamos no “Rota do Reparador” para nos aproximarmos dos mecânicos e também para colaborarmos com a educação e qualificação do setor.

JOB: A Delphi sempre esteve ligada à tecnologia e ao desenvolvimento de soluções inovadoras para a indústria automotiva global. As plantas da Delphi no Brasil estão sintonizadas e produzindo esta tecnologia de ponta?

AO: Além do time de Engenharia local da Delphi na América do Sul, um dos 14 Centros de Tecnologia da Delphi no mundo está localizado no Brasil, em Piracicaba – SP. As diferentes tecnologias da Delphi são desenvolvidas em diferentes localidades do mundo. Entretanto, nossos engenheiros trabalham alinhados e compartilhando informações. Ao todo, a Delphi conta com 20 mil engenheiros, cientistas e técnicos focados no desenvolvimento de tecnologias que ofereçam segurança, sejam ecológicas e permitam que os motoristas mantenham-se conectados enquanto dirigem, sem tirar os olhos da pista.

JOB: Há muitos anos o Volker Barth (ex-diretor da Delphi na América do Sul) apresentou um panorama de mercado em que a conectividade iria mudar o jeito que o motorista se relacionaria com o carro e a sua manutenção e em 2013 assistimos a uma demonstração nos Estados Unidos de alguns sistemas de telemetria da Delphi. Como estão estes desenvolvimentos e como você enxerga o futuro da reparação automotiva?

AO: A Delphi tem avançado muito neste campo globalmente. Quando falamos em sistemas de interconectividade do veículo, estamos automaticamente falando da necessidade de um conhecimento diferenciado na hora do reparo. Esse é o papel da Delphi no mercado de reposição no mundo todo: garantir que as oficinas sejam capazes de executar os serviços que forem necessários. É de extrema importância que os reparadores sejam treinados e estejam preparados para efetuar o reparo de tecnologias avançadas. Os dados que tecnologias desse tipo oferecem vêm para colaborar com o trabalho do mecânico e com o sucesso da oficina, pois ele pode obter informações mais detalhadas dos problemas de um veículo. O futuro da reparação é: um serviço mais assertivo e eficiente, com ajuda de muita tecnologia de informação.

JOB: Toda mudança tecnológica pressupõe mudanças na forma como as pessoas vão utilizar esta inovação, quais os esforços da Delphi em direção à formação de pessoas?

AO: Oferecer treinamentos está em nosso DNA. Em linha com esse objetivo, aliás, firmamos parceria com o “Rota do Reparador”. Entendemos que esta seja uma excelente oportunidade de colaborar com a formação dos profissionais que atuam nessa área; reforçar a importância da utilização de produtos de qualidade, tendo como foco a segurança dos usuários dos veículos; e, claro, fortalecer a imagem da marca Delphi com os reparadores.

JOB: O mercado de reposição independente no Brasil é composto de vários players como distribuidores, lojas de peças e oficinas mecânicas, como a Delphi enxerga o papel de cada um destes agentes e quais as atividades que desenvolve em cada elo da cadeia?

AO: A Delphi trabalha com vendas diretas aos distribuidores. Entretanto, sabemos que precisamos estar em contato com todos os elos da cadeia para geração de demanda, afinal, como sabemos, quem não é visto, não é lembrado. Precisamos estar no dia a dia dos distribuidores, na mente do varejo e no coração dos mecânicos. Para isso, promovemos diversas ações ao longo do ano. Entre essas ações, podemos citar alguns exemplos: campanhas de incentivo junto aos distribuidores, atuação de promotores junto às autopeças e treinamentos que visam à qualificação do mercado e serviços dos reparadores, incluindo serviços de telemetria e tecnologia de informação.

JOB: Além do canal independente, é notório o avanço das montadoras em direção ao mercado de reposição nos últimos anos. Como a divisão de aftermarket da Delphi se relaciona com o pós-vendas das montadoras?

AO: A Delphi tem como premissa oferecer peças com a mesma qualidade original independentemente do canal de distribuição. Com isso, pela própria herança da empresa, as peças nascem nas montadoras e vão seguindo um caminho naturalmente entre o pós-venda da montadora e os canais independentes. Isso leva a Delphi a ter times dedicados para prestar um ótimo serviço independentemente do canal.

JOB: O mercado de reposição está vivendo um de seus melhores ciclos e estudos recentes (como o publicado na edição de novembro de 2016 do Jornal Oficina Brasil) apontam que mesmo com a recuperação da venda de veículos novos, o aftermarket continuará crescente e demandante. Como a Delphi enxerga este cenário e quais ações estão sendo tomadas para desfrutar deste momento?

AO: A Delphi entende que todos os cenários trazem oportunidades de negócios para a empresa. Estamos lançando mais peças para aproveitar o bom momento do mercado e acreditamos em um possível crescimento ainda neste ano.

JOB: Nos últimos 20 anos assistimos a uma proliferação de marcas e modelos de veículos que circulam pelas ruas e estradas do Brasil e isso, somado às questões logísticas de um pais continental, ocasiona que os agentes comerciais precisem tomar decisões sobre quais linhas de produto vão comercializar e quais terão de abdicar. Como a Delphi tem se posicionado para garantir que o reparador independente encontre todos os produtos na hora certa e no local certo?

AO: A diversificação do mercado com certeza tornou o negócio de reposição de peças muito mais complexo. Essa complexidade gerou para a Delphi um desafio que se transformou em oportunidade, pois a Delphi, sendo uma empresa global, pode buscar soluções e produtos em tempo real em outros países.

JOB: A Delphi é uma das empresas participantes do Programa Rota do Reparador do Sindirepa Nacional. Por que decidiram participar e como esta participação se encaixa na estratégia da Delphi no aftermarket?

AO: O programa está 100% em linha com nossa estratégia de negócio. Além de levarmos treinamento técnico para os reparadores e colaborarmos com a educação do setor, estamos nos aproximando desse elo tão importante da cadeia. O Rota tem um público altamente qualificado que precisamos ter sempre por perto e com quem queremos falar todos os dias.

JOB: Além do Programa Rota do Reparador, quais outras ações e ferramentas estão à disposição dos reparadores independentes e como eles podem ter acesso?

AO: O catálogo eletrônico da Delphi é uma ótima ferramenta para os mecânicos. No catálogo é possível visualizar as linhas completas de Injeção, Ignição, Climatização & Arrefecimento e Filtros para a linha leve em uma versão que não exige conexão à internet e pode ser instalada em seu próprio computador. Os produtos podem ser localizados por marca de veículo, ano de fabricação, código do produto ou por outras opções de busca disponíveis. Lá também podem ser visualizados os últimos lançamentos. Basta acessar www.catalogoeletronicodelphi.com.br e fazer o download.

comentários
Avaliar:

Comentários