Administrar uma oficina é fácil e dá lucro - Fábio Moraes

Valor da hora vendida na oficina: entenda o que é e como calcular

Encontrar o valor da hora vendida na oficina pode se tornar o grande diferencial entre seu negócio e os outros

Entender o número atual e transformar este indicador em um plano de ação para manter ou para melhorar este número, nada mais é do que fazer gestão. Por isso, assim que terminar de ler este material você tem que fazer um “para casa”: encontrar o valor da hora vendida em sua oficina. Para facilitar vamos seguir os itens abaixo, na sequência que está colocado.

Divida sua empresa em setores (ou áreas)

Se sua oficina for mecânica:

  • Alinhamento e balanceamento
  • Suspensão
  • Motor
  • Injeção
  • Entre outros

Se sua oficina for funilaria e pintura:

  • Pintura / Preparação (pode ser setores separados se você quiser)
  • Funilaria
  • Mecânica
  • Polimento / Lavagem (pode ser setores separados se você quiser)
  • Entre outros

Levantar os valores vendidos por setor (área)

Orçamento:

  • Quando for fazer o orçamento, é fundamental lançar os serviços separados por setor (se o sistema de gestão que você usa não permite este tipo de lançamento solicite uma alteração para a empresa que disponibiliza o sistema ou busque um que dê esta liberdade para você)

Regularidade

  • Execute esta atividade com regularidade por pelo menos 30 dias (significa que você deve fazer isso por um mês)
  • Continue a fazer e lançar os orçamentos sempre separando por setores (áreas)

Calculando o valor hora vendido

  • Ao final do primeiro mês busque no seu sistema de gestão qual o valor que foi vendido para cada setor (ex.: quanto foi vendido de suspensão do dia 01 ao dia 30 do mês ou quanto foi vendido de funilaria do dia 01 ao dia 30 do mês)

Agora que você encontrou o valor total vendido em cada um dos setores da sua oficina, vamos aplicar esta informação no quadro abaixo (lembrando que o quadro é um exemplo e você deve ajustá-lo de acordo com os setores (áreas) de sua oficina)

  • No quadro pequeno você deve preencher os valores vendidos no mês de cada um dos setores (áreas)
  • No quadro maior você deve preencher as colunas conforme as orientações abaixo:

Produtivos: a quantidade de produtivos (mecânicos, preparadores, etc.) que sua oficina tem em cada setor. Depois disso dividir o valor vendido em cada setor pela quantidade de funcionários produtivos que sua oficina tem (ex.: no setor de funilaria a oficina vendeu R$ 20.000,00 no período de 01 a 31 de outubro e na sua oficina tem 2 funileiros, então vamos dividir R$ 20 mil por 2 e vamos encontrar o valor de R$ 10 mil.

Por mês: se sua oficina não trabalhar nos sábados o mês tem em média 22 dias úteis, mas se sua oficina trabalhar nos sábados até meio dia, então seu mês tem 24 dias úteis na média. Vamos, como exemplo, usar os mesmos R$ 10 mil acima e dividir este valor por 22 (pensando que neste exemplo a oficina não trabalha nos sábados).

Quando fazemos esta conta encontramos um valor de R$ 454,55 (este valor deve ser colocado na coluna “do mês”. Devemos repetir esta mesma conta para cada um dos setores)

Por dia: vamos seguir o mesmo raciocínio do “por mês” e vamos dividir o valor encontrado acima (R$ 454,55) por 8,5. Este número (8,5) é a quantidade de horas disponíveis que cada produtivo tem para trabalhar baseado na categoria do setor.

Neste caso não podemos considerar as horas produtivas, pois não estamos medindo a produtividade e sim o que cada funcionário pode vender nas horas que ele tem disponíveis no dia.

Quando fazemos esta conta encontramos um valor de R$ 53,48 (este valor deve ser colocado na coluna “do dia”. Devemos repetir esta mesma conta para cada um dos setores)

O valor da hora vendido em sua oficina

  • No exemplo acima vamos conseguir encontrar o valor hora que a oficina vende em cada setor.
  • Vale muito a pena calcular buscar este valor em sua oficina para iniciarmos o processo de entender como este número pode ajudar a encontrar o equilíbrio.

No nosso próximo encontro vamos continuar a estudar este número e, principalmente, entender o que fazer com ele.

Ótima semana e lembrem-se que sem gestão não há solução.

Fábio Moraes

CEO da empresa Ultracar, com 25 anos de experiência em gestão e administração de oficinas. Matemático, Analista de sistema e Administrador de empresas. Auditor do IQA, (Instituto de Qualidade Automotiva), consultor do IAA e consultor de várias oficinas do Brasil. Viajou o Brasil inteiro no ano de 2016 ministrando palestra com o tema “Oficina dá dinheiro, mas tem que administrar”.

comentários
Avaliar:

Comentários