Oficina Brasil


Fluido de Freio não é tudo igual. Você conhece o Fluido de Freio DOT 4 LV?

Temos diversos tipos de fluido de freio, entre eles o DOT 3,4,5.1 e o DOT 4LV. Vamos conhecer as diferenças entre esses importantes componentes?

Compartilhe
Por Pedro Luiz Scopino 


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

5

Amigo reparador, trago nesta matéria técnica um tema que parece simples, mas tem seus segredos e evoluções. 

Fluido de freio está presente em todos os veículos, a não ser os muitos antigos e primórdios do nosso setor, nos quais a ligação entre motorista e rodas para frear o veículo ainda era por alavancas ou cabos.  

Qual a função do fluido de freio: 

É o elemento de segurança e transporte de energia, que faz a ligação entre a bomba do sistema, que é o cilindro mestre, até as rodas, nas quais temos os sistemas que vão parar as rodas, seja por um sistema de pinças, discos e pastilhas, ou por cilindro, tambores e patins de freio. E essa ligação é feita por tubos rígidos, e os flexíveis, que permitem a movimentação das rodas, seja na suspensão e/ou direção. 

Porém, neste caminho, temos a aplicação de tecnologia em sistemas de frenagens, o sistema ABS e demais sistemas que permitem segurança ativa aos veículos mais modernos. 

Existem aplicações das montadoras e a sigla DOT é a mais conhecida em nosso mercado. 

DOT significa Departamento de Transportes dos EUA, sendo uma entidade que reúne um conjunto de escritórios e agências do governo dos Estados Unidos com o objetivo de "salvaguardar a segurança de qualquer transporte público, aumentando a mobilidade e contribuindo para o crescimento económico do país, por meio de um sistema de transporte". 

As especificações DOT são uma medida da qualidade dos fluidos de freio e estão classificadas de acordo com o seu ponto de ebulição. O DOT 4 tem um ponto de ebulição mais alto do que o DOT 3, por isso oferece uma melhor resposta à travagem, melhorando a segurança do motorista. 

Quanto maior o número DOT, maior é o ponto de ebulição do fluido, conforme as seguintes descrições: 

NORMA PONTO DE EBULIÇÃO MÍNIMO ºC 

DOT 3 - 205 

DOT 4 -  230 

DOT 5.1 - 260 

DOT 5 - 260 

As temperaturas indicadas nesta tabela devem ser consideradas como requisitos mínimos. 

Mas há alguns manuais de montadoras, aqui no Brasil, com indicações de aplicação de um fluido freio um pouco diferente, o DOT 4 LV. 

Você amigo reparador já conhece o fluido de freio  

DOT 4 LV  Classe 6? 

A Indústria automobilística evolui, os sistemas de freio evoluem e o fluido de freio? Sim também evolui! 

Considerando a atual tecnologia embarcada e requerida pelos ABS e EBD de última geração e acoplados ao sistema hidráulico dos freios, os fluidos DOT 4 evoluíram para o novo Fluido Classe 6 DOT 4 LV, utilizado e recomendado por grandes montadoras tais como VW, Ford, GM, PSA, e outras. 

De fato a performance do sistema hidráulico de fluidos assistidos pelo ABS requerem Fluidos de Baixa Viscosidade para operar em qualquer temperatura e garantir a pronta resposta no acionamento do pedal do freio, garantindo dessa forma uma menor distância de frenagem. 

A nova classe de fluido de freio DOT 4 LV é a resposta da química dos glicóis aos novos requisitos da indústria automobilística, garante elevado Ponto de Ebulição e Baixa Viscosidade. E essa exigência dos sistemas eletrônicos tem ligação com a tecnologia dos sistemas e algumas letras e seus significados: 

Traduzindo: maior nível de segurança e vida útil como melhor desempenho e resposta de frenagem. 

E se o reparador não tiver essa instrução e conhecimento e colocar um fluido de freio DOT 4 em uma recomendação de DOT 4 LV?  

Teremos uma menor sensibilidade na frenagem, maior distância de frenagem e prejuízo ao funcionamento dos sistemas eletrônicos e suas pequenas válvulas de controle e bomba de recalque. 

Portanto, fluido de freio não é tudo igual, e mais ainda, temos o DOT 4 e o DOT 4 LV de baixa viscosidade.  

Siga a dica, abraços e $uce$$o. 

Comentários