Oficina Brasil


Rota do Reparador finaliza mais um ano com treinamentos em mais 10 cidades pelo país

Reparadores do Sul e Sudeste puderam apreciar os ensinamentos das marcas Elring, Hella, Schaeffler, Mann Hummel, Shell, Delphi e Nakata

Compartilhe
Por Da redação


Avaliação da Matéria

Presidente Prudente 

A cidade de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, abriu o mês de novembro da Rota do Reparador. Os reparadores independentes da região prestigiaram, no dia 6, as palestras da Elring e da Hella. 

Antônio Junior Pereira, da JC Motores, destacou o aprendizado obtido nas palestras. “Foi muito importante, pois eu pude aprender coisas que eu já tinha feito de maneira errada na oficina”. 

Marcos Vialle, da Auto Elétrica Vialle, aprovou o evento e contou o que gostaria de ver nas próximas edições. “Eu gostaria de saber um pouco mais sobre as inovações tecnológicas, principalmente, os carros elétricos”. 

Wesley Santos, autônomo da região, destacou a importância de participar de uma palestra feita por fabricantes de autopeça. “Você adquire um conhecimento que não se tem apenas observando um produto, de forma visual. Os conhecimentos técnicos, você adquire apenas nas palestras”. 

Chapecó 

No mesmo dia, os reparadores de Chapecó receberam palestras da Schaeffler com muito entusiasmo. 

Gilmar Guimarães, proprietário da Auto Mecânica Import Car, afirmou que é necessário atrair os reparadores mais jovens para as palestras. “Nós temos que fazer algo para atrair mais a juventude para participar das palestras. Tem que ser desenvolvido algum atrativo”. 

Leonardo Alburqueque, da Impave Distribuidora de Autopeça, ficou satisfeito com a palestra da Schaeffler. “A marca já é muito conhecida, mas, tendo eles tão perto aqui para explicar melhor, faz muito bem”. 

Uberaba 

No dia 8 de novembro, a Rota do Reparador marcou presença em Uberaba, Minas Gerais, levando todo o conhecimento da Mann Hummel para os reparadores. 

João Carlos Mariano, da empresa Casa dos Filtros, gostou da palestra e apontou o que gostaria de saber nas próximas edições. “Gostaria de saber mais sobre a parte de desenvolvimento dos filtros”. 

Silvano Ferreira, da Auto Elétrica Minauto, ficou muito satisfeito com a palestra apresentada e fala o que quer aprender nas próximas vezes. “Gostaria de saber mais sobre as novas tecnologias”. 

Vitória 

Os reparadores de Vitória, no Espírito Santo, puderam aproveitar no dia 13 de novembro as informações passadas pela Shell. 

José Carlos Ferreira, da Port – Car, ficou contente com a palestra que presenciou e elogiou o palestrante. “O palestrante descontraiu toda a turma, então todos aproveitaram bastante”. 

José Danilto, da Injetrônica Regulagens, vai pelo mesmo caminho. “Foi muito leve, bem descontraído, é um método muito bom de aprendizagem”. 

Luís Cláudio, da Dinâmica Ar-Condicionado e Mecânica, aprovou as palestras de combustível e lubrificante. “As duas foram muito boas, foram bem apresentadas, gostei do material que foi usado e o conteúdo foi muito bom”. 

Curitiba 

No dia 22, os reparadores de Curitiba puderam aprender com as palestras da Mann Hummel e Hella. 

Alessandro Carvalho da Silva, da Armotece Choque, conta o que achou das palestras. “A palestra da Mann foi muito mais técnica, enquanto da Hella muito mais comercial. Foi muito bom”. 

Diogo Wesley Ferrari, do Centro Automotivo Ferrari, aponta a importância da Rota do Reparador. “Sempre importante inovar, buscar conhecimento, o que tem de novo, as marcas expostas são, sem dúvidas, de primeiro mundo, tecnologia bem avançada”. 

Caxias do Sul 

No mesmo dia, os reparadores de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul, receberam palestras da Delphi e Nakata. 

O reparador Ary Delmar, da Heymann Auto Holand, aprovou o evento e fez a sua análise da Rota do Reparador. “A indústria precisa ser mais parceira do reparador, precisamos de mais informação e, para nós, é muito difícil chegar até elas. É através destes eventos (Rota do Reparador) que ficamos informados”. 

Rogério Lima, da Mecânica do Nego, já utiliza os produtos Nakata há algum tempo e diz o que poderia melhorar no programa de propagação de conhecimento aos reparadores independentes. “Eu acho que as informações demoram muito para chegar até nós”. 

Taubaté 

Os reparadores de Taubaté, no interior paulista, receberam palestra da Hella e Elring no dia 27 de novembro. 

Claudinei Victoriano, da Import Car, aprovou o evento e destacou a importância de reunir profissionais. “Precisamos de muita informação, pois sem ela não chegamos a muitas conclusões, e reunindo o pessoal, acabamos tirando muitas dúvidas”. 

João Luiz, da Kairós Soluções Automotivas, ficou satisfeito com o conteúdo apresentado e destaca a importância do projeto. “Temos que nos atualizar. Sem atualização, você não acompanha o mercado”. 

Lucas Carlos, da LN Car Auto mecânica, curtiu as palestras e disse o que gostaria de aprender na próxima edição. “Uma dúvida que eu acho que gera em muitos hoje é a parte dos câmbios automatizados”. 

Belo Horizonte 

No mesmo dia 27, os reparadores mineiros obtiveram conhecimento por meio das palestras da Nakata e Delphi. 

André Vinicius, da BRA Distribuidora de Peças, mostra como a Rota do Reparador é um recurso de conhecimento potente para os reparadores. “A Rota do Reparador traz informações que procuramos e não sabemos onde recorrer”. 

 David Lucas Oliveira Rezende, do Centro Automotiva Rezende Car, explica que eventos como esse fazem falta ao profissional. “Faz muita falta.  Tivemos um tempo carente, mas agora está melhorando cada vez mais”. 

Júlio Cesar Mendes de Campos, da Autopeças Automotivo Destaque, aprovou o evento e fez a sua avaliação do que poderia ser melhorado. “O tempo das duas palestras fica corrido, por mais que sejam informações rápidas que agregam, às vezes falta tempo por ter dois palestrantes no mesmo dia, de repente fazer uma palestra dividida em ciclos diferente seria melhor”. 

Várzea Grande 

Os reparadores de Várzea Grande, Mato Grosso, receberam palestras da Nakata e Delphi no dia 29 de novembro. 

Roberto Cesar Mendes, da Ducarelli Comércio de Pneus, ficou muito satisfeito com o evento e, quando perguntado sobre o que melhoraria no projeto, respondeu: “na verdade, o projeto está ótimo”. 

Elias Nunes da Silva, da Mecânica Várzea Diesel, afirma que a região é carente de eventos como o Rota do Reparador e demonstra a sua satisfação: “foi muito importante, aprendemos e temos mais conhecimento para repassar para os nossos clientes no dia a dia”. 

Fortaleza 

Encerrando o ciclo de novembro, juntamente com Várzea Grande, Fortaleza recebeu os palestrantes da Shell para um dia de aprendizado. 

Beni Gomes do Nascimento, da SS Car, aprovou o treinamento da Shell e recomenda aos seus amigos de profissão. “Recomendo e insistiria para que meus amigos participassem, pois eles tirariam dúvidas e veriam o que há de moderno e novo em lubrificantes e combustível”. 

Francisco Avila, da Águia Troca de Óleo, elogiou as palestras e palestrantes. “As palestras foram muito boas e os palestrantes muito divertidos”. 

Paula Regiane Mesquita, da DR Automotivo, apreciou o evento e deu a sua opinião. “As palestras são muito animadas, os palestrantes são muito bons possuem ritmo”. 

Comentários