Oficina Brasil


Oficina de São Paulo amplia os negócios após certificação da qualidade

Com quase 30 anos de mercado, a oficina Evolution participou da fase piloto do Programa de Incentivo à Qualidade (PIQ), uma parceria entre o IQA e o Sindirepa Nacional

Por Da Redação

Com 2,5 mil m² de área instalada no bairro Bom Retiro, em São Paulo, a oficina Evolution investiu na remodelação do layout produtivo com foco na organização e reforçou a adoção de processos ambientalmente sustentáveis entre as melhorias realizadas para conquistar a certificação de qualidade emitida pelo Instituto da Qualidade Automotiva (IQA).

Certificada desde maio de 2017, a Evolution é uma das seis oficinais de funilaria e pintura que participaram da fase piloto do Programa de Incentivo à Qualidade, uma parceria entre o IQA e o Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios (Sindirepa Nacional), cujo objetivo é o de disseminar o conceito da qualidade, além de intensificar a certificação de oficinas independentes no Brasil.

Adequações – Uma das melhorias realizadas pela Evolution durante o processo de certificação foi a remodelação do layout produtivo, que permitiu melhorar o fluxo de trabalho com a adoção de processos padronizados. “Houve uma repaginação em toda a empresa, que reflete muito no dia a dia para os clientes e os funcionários”, conta Silvio Rivarolla, diretor técnico da Evolution.

Uma inovação foi a instalação de um box exclusivo para a execução de serviços rápidos, como reparo de arranhões ou pequenos amassados. Este serviço expresso vem obtendo grande aprovação dos clientes, que podem deixar o veículo num dia e retirar no outro – isto quando já não retiram em algumas horas. “Numa cidade como São Paulo ninguém pode ficar sem o carro”, comenta Rivarolla.

Com quase 30 anos de mercado, a oficina ainda reforçou a adoção de processos ambientalmente sustentáveis, como a instalação de reservatórios para a captação de água pluvial e a colocação de telhados transparentes para o melhor aproveitamento da luz natural. Além de colaborar com o meio ambiente, a empresa conseguiu reduzir os seus custos, uma vez que passou a consumir menos água e energia.

Com a certificação, a empresa ampliou em 12% os negócios na contramão do atual cenário econômico. Atualmente faz o atendimento médio de 120 veículos por mês. “A ampliação dos negócios foi automática. Nós alcançamos uma aproximação maior com os nossos principais clientes, que são as seguradoras. Ter uma gestão orientada para a qualidade é muito benvinda em nosso mercado”, afirma Rivarolla.

Segundo Sérgio Fabiano, gerente de Serviços Automotivos do IQA, o Programa de Incentivo à Qualidade (PIQ) é uma oportunidade para os empresários da reparação, que podem revisitar os negócios com base nos pilares que sustentam um sistema de gestão orientado para a qualidade. “Os gestores que investem em qualidade possuem os requisitos para crescer e desenvolver negócios sustentáveis”, afirma o engenheiro.

Os centros de reparação interessados em participar do PIQ devem preencher o formulário que está disponível no site do programa (www.projetopiq.com.br).

Comentários