Oficina Brasil


Nakata orienta proprietários e reparadores sobre o alinhamento do veículo

Procedimento deve ser feito todas as vezes em que se trocar algum item da suspensão

Compartilhe
Por Da redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

O alinhamento do veículo deve ser feito todas as vezes em que for efetuada a troca de algum item da suspensão, pneus e rodas e preventivamente de acordo com a recomendação da montadora. Para que o serviço seja feito de forma correta, é necessário fazer uma verificação criteriosa nos itens de suspensão e direção, como recomenda o técnico da Nakata, Eduardo Guimarães. “O reparador deve verificar se há folga nos pivôs, terminais, buchas de bandeja, rolamentos, coluna de direção e cruzeta antes de iniciar o alinhamento”, afirma.
Outro detalhe importante na hora de acertar o alinhamento é soltar a abraçadeira da coifa da caixa de direção para não torcê-la e provocar o seu rompimento. “Quando a peça rasga, entra impurezas e água na caixa de direção e a cremalheira e a bucha sofrem desgaste por contaminação abrasiva”, acrescenta Guimarães.

O pneu também precisa estar calibrado adequadamente, conforme as especificações da montadora, e em bom estado. Isso deve ser verificado antes de fazer o alinhamento, de acordo com o técnico.

Depois de realizar essa revisão, o veículo deve ser colocado na máquina de alinhamento que vai fazer a leitura e verificar a geometria, convergência, divergência, caster  e a medida do camber.

Caso alguma dessas medidas apresente divergência em relação ao especificado a mesma deve ser corrigida sempre obedecendo a recomendação da montadora do veículo.

Comentários