Oficina Brasil


BMW Group vai parar sua produção de Manaus como contenção ao COVID-19

A medida faz parte de uma série de ações que a companhia tem aplicado para proteger seus colaboradores, com o avanço da COVID-19

Compartilhe
Por Da Redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

O Grupo BMW no Brasil anuncia a paralisação temporária de sua planta de Manaus (AM), com foco na produção de motocicletas, a partir de 30 de março. O retorno das atividades está previsto para 23 de abril.  

Outras ações para aumentar a proteção dos colaboradores já foram tomadas pelo grupo, como redução das pessoas em unidades produtivas, cancelamento de viagens, medidas para proibir aglomerações dentro das plantas, áreas administrativas em sistema de home-office e intensa comunicação sobre higienização e formas de evitar a contaminação e propagação do novo Coronavírus.  

A empresa espera recuperar os dias de produção ainda em 2020.  “Nosso foco agora é proteger nossos colaboradores, manter todos em segurança e com saúde, e nos preparar para o que virá, com a retomada das atividades e do mercado”, afirma Jefferson Dias, Diretor da Fábrica de produção de motocicletas do BMW Group em Manaus. “Ao adotar esta medida preventiva, acreditamos reduzir a circulação dos nossos funcionários e, como consequência, a redução das chances de um eventual contágio”, reforça o executivo.

O grupo irá antecipar e anunciar a parada na produção na fábrica de automóveis, em Araquari, e começa a reduzir a operação a partir desta terça-feira, 24 de março. Até quinta-feira, dia 26, estará totalmente parada. Ainda na terça-feira foram dispensadas pessoas que estão no grupo de risco de doenças crônicas. Já haviam sido dispensadas gestantes e pessoas com mais de 60 anos. As medidas de prevenção continuam em andamento.

Comentários