Oficina Brasil


TMD Friction é a 1ª fabricante de pastilhas de freio a receber a homologação preliminar para o novo K-bloco

A TMD Friction, maior fabricante mundial de materiais de atrito para os mercados original/reposição e que, no Brasil, comercializa seus produtos com a marca Cobreq, foi a primeira fabricante a receber a homologação preliminar para o novo K-bloco, cuja pesquisa visa a redução de ruídos no tráfego ferroviário de cargas

Compartilhe
Por Da Redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

Financiado pelo Ministério Federal Alemão de Economia e Tecnologia, para este projeto, que recebeu o nome de “LäGIV research project”, foram desenvolvidas sapatas de freio ferroviário com materiais de atrito inovadores, que utilizam modernos compósitos – materiais sintéticos que têm inovado a ciência tribológica.

Já as sapatas ferroviárias tradicionais utilizam materiais à base de ferro fundido e, por agirem diretamente sobre a superfície rodante das rodas, com o tempo as desgastam. Isso gera um perfil arredondado nas mesmas, o que provoca ruídos indesejáveis durante a frenagem.

As sapatas ferroviárias da TMD, de compostos orgânicos de segunda geração (chamados compósitos), previnem o desgaste e reduz o ruído em até oito decibéis, ou seja: metade do ruído normalmente audível. Agora, o objetivo da empresa é passar pelos testes de inverno e de campo, num total de 12 meses.

Destaque-se que todo este o processo será monitorado por um perito da International Union of Railways (UIC), que é o órgão coordenador da elaboração dos requisitos técnicos para as aplicações ferroviárias na Europa. E, pelo presente cronograma, a empresa estará apta a iniciar a produção das pastilhas COSID 704 K-bloco já em 2015.

Comentários