Oficina Brasil


Nas versões hatch e sedã, Toyota apresenta o novo Yaris ao mercado brasileiro

Posicionado entre o Etios e o Corolla, o Toyota Yaris chegou recentemente ao mercado brasileiro para repetir o sucesso obtido em diversos países do mundo

Por Caique Silva

Produzido na planta de Sorocaba, interior de São Paulo, o compacto Premium japonês conta com os motores 1.3, de 98/ 101 cv e 12,5/ 12,9 kgfm de torque, e 1.5, de  105/ 110 cv e 14,3/ 14,9 kgfm (gasolina/ etanol). Os motores 1.3 e 1.5 litro Dual VVT-i já equipam o Toyota Etios, outro modelo da marca muito bem avaliado no mercado.  

As opções de câmbio são o manual de seis velocidades e o automático tipo CVT, as mesmas usadas pelo Corolla. 

VERSÕES 

O novo Yaris chega ao Brasil em cinco versões. Para o modelo hatch, são elas: XL manual e XL CVT, XL Plus Tech CVT (todas com motorização 1.3 litro), XS e XLS, estas com câmbio CVT e motor 1.5 litro. 

A carroceria sedã possui as mesmas versões, somente com motorização 1.5 litro. 

DESEMPENHO 

A linha Yaris é equipada com a família de propulsores produzidos na planta de motores da Toyota, localizada em Porto Feliz (SP) e está disponível em duas opções de motorização, 1.3L e 1.5L para a versão hatch e 1.5L para o sedã.  

Os motores 1.3L e 1.5L, ambos 16V Flexfuel, trazem a tecnologia de duplo comando de válvulas variável Dual VVT-i da Toyota, que atua no gerenciamento dos sistemas de admissão e escape da câmara de combustão, otimizando a queima do combustível, prometendo resultar em melhor desempenho e menor consumo. 

Para equipar o Yaris, os engenheiros da Toyota trabalharam em melhorias nos propulsores que os fizeram render mais potência do que no Etios. Para isso, um novo sistema de exaustão foi exclusivamente redesenhado para o Yaris e um novo processo de recalibração para a carroceria e o novo trem de força foi realizado. 

Sendo assim, temos: 

- 1.3L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 101 cv a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 94 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração é de 12,9 kgfm (com etanol) e de 12,5 kgfm (com gasolina), sempre a 4.000 rpm. Em comparação com o Etios, o ganho foi de 3 cv e 0,2 kgfm de torque com etanol e de 6 cv com gasolina em comparação com o Etios. 

- 1.5L Flexfuel, Dual VVT-i DOHC de 16 válvulas, que rende 110 cv de potência a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 105 cv, a 5.600 giros, com gasolina. O torque máximo nesta configuração, a 4.000 giros, é de 14,9 kgfm (com etanol) e de 14,3 kgfm (com gasolina). Para esta motorização, o ganho de potência também foi de 3 cv e 0,5 kgfm de torque com etanol e de 3 cv com gasolina em comparação com o Etios. 

Ambos os propulsores são construídos com bloco e cabeçote de alumínio, e prometem oferecer a combinação entre desempenho e durabilidade. Além disso, o sistema de propulsão do Yaris conta com sistema ETCSi de abertura da borboleta do acelerador, que corrige acelerações desnecessárias, garantindo eficiência na combustão com maior economia e acelerações mais rápidas. 

Ainda falando de motores, o sistema flex com aquecimento de combustível inteligente reconhece a necessidade e aquece o combustível para uma partida imediata e sem falhas. 

SUSPENSÃO 

Na parte dianteira, o Yaris tem a suspensão McPherson com batente hidráulico, que evita batidas secas quando a roda desce ao limite do curso do amortecedor. 

Tanto o sistema de suspensão frontal quanto o traseiro tiveram a altura elevada em 13 mm em comparação com o projeto global do Yaris. Com isso, o carro está apto para encarar o perfil de solo brasileiro. Na traseira, foi adotado o eixo de torção com barra estabilizadora. 

AMORTECEDOR  

Principal lançamento da Toyota para 2018, o Yaris possui um amortecedor equipado com a tecnologia Multi-Tuned Valve (MTV), um sistema de válvulas projetado a fim de proporcionar uma ampla gama de ajustes e otimizar a performance de ruído. 

Em comparação com as válvulas passivas convencionais, a tecnologia desenvolvida apresenta rendimento e durabilidade superior, possibilitando o equilíbrio ideal entre o controle do veículo e o conforto do condutor. 

SEGURANÇA 

O Yaris conta com importantes componentes de segurança, presentes nos mais recentes modelos da frota circulante no Brasil, como controle de tração (TRC), estabilidade (VSC) e assistente de subida em rampa (HAC), freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD) e assistente de frenagem (BAS). 

Além disso, o modelo ainda conta com melhor calibração dos freios, os componentes mecânicos do cilindro mestre foram ajustados para proporcionar uma curva de frenagem mais suave e melhor controle.  

CONCORRENTES 

Com as carrocerias hatch e sedan, o Toyota Yaris disputa espaço no mercado com grandes modelos, como o Volkswagen Novo Polo, Fiat Argo, Hyundai HB20 e Peugeot 208 na primeira categoria, e Hyundai HB20S, Volkswagen Virtus, Fiat Cronos, Chevrolet Prisma – em sua versão LTZ, topo de linha –, Honda City, Nissan Versa e Chevrolet Cobalt.  

Comentários