Oficina Brasil


Honda anuncia a chegada da 10°geração do Civic com versão inédita e duas opções de motor

O modelo foi apresentado pela montadora japonesa em uma conferência online e em breve deve chegar em todas as concessionárias do Brasil

Compartilhe
Por Da redação


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

3

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

A Honda enfim revelou a linha 2020 do Civic. O sedã traz um novo design, a inédita versão LX e mais equipamentos. O Civic estará nas concessionárias a partir de agosto e o Oficina Brasil traz todas as novidades de sua 10ª geração.

O sedã passou por uma reestilização no design, trazendo uma nova personalidade. A frente passou a contar com um novo para-choque com grade frontal e molduras laterais, além de acabamento cromado nas versões LX, EX e EXL, oferecendo uma maior silhueta e reforçando a largura.

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

Para o modelo 2020, as novidades no Civic começam com a introdução do sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) em toda a linha. A tecnologia monitora, por meio do sistema VSA (controle de tração e estabilidade), se uma das rodas tem sua pressão reduzida, indicando no painel a anormalidade para o condutor.

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

VERSÕES

A Honda também aproveitou a mudança de ano/modelo para incluir novos equipamentos, como na linha LX (inédita), que passa a ter rodas de liga leve, suspensão independente, seis airbags e ar-condicionado digital.

A versão Sport contém acendimento automático dos faróis, aerofólio traseiro, acabamentos externo em black piano e rodas de liga leve escurecidas.

O modelo EX passa a ter bancos de couros com duas opções de cores, retrovisor fotogromático e sistema de áudio com oito alto falantes. Já o EXL tem ar-condicionado de duas zonas com saídas de ar traseiras, sensor de chuva e partida por botão e smart key.

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

O Touring, topo da linha 2020, contém sistema de som premium áudio com 10 alto falantes e 452 watss, e com a tecnologia de recarga de celular por indução, substituindo o cabo, além de ajuste lombar do motorista.

Todas as versões contém seis air bags, ar-condicionado digital, suspensão traseira do tipo multilink, porta-malas de até 525 litros, sensor de pressão dos pneus, luzes diurnas de rodagem em LED, freio de estacionamento eletrônico com funções Brake Hold, controle de tração e estabilidade (VSA) e Agile Handing Assist.

CÂMBIO

Um dos grandes destaques desse lançamento da Honda é que o câmbio manual deixa de ser oferecido em todas as configurações. O modelo passa a sair da fábrica apenas com transmissão CVT.

MECÂNICA

Sobre a rodagem dianteira, o Civic 2020 ganhou uma suspensão tipo McPherson com direção elétrica de pinhão duplo com relação variável, buchas hidráulicas, coxins de motor otimizados e buchas de barra estabilizadora de baixa fricção, enquanto a suspensão traseira é independente multilink com buchas hidráulicas, freio de estacionamento elétrico com função Brake Hold e pneus 215/50 R17.

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

CONJUNTO MOTRIZ

O Civic oferece dois conjuntos. A motorização 2.0 i-VTEC FlexOne, com 155 cv a 6.300 rpm e 19.5 kgfm a 4.800 rpm no etanol – disponível nas versões LX, EX, EXL e Sport – é acoplada à transmissão CVT. A transmissão traz a opção de sete marchas simuladas que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante nas versões Sport, EX e EXL.

Honda anuncia a chegada do Civic 2020

O motor 1.5 de quatro cilindros, que equipa a versão Touring, traz turbo de baixa inércia, injeção direta, variação de tempo de abertura de válvulas (VTC) e válvula wastegate eletrônica, gerando 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Este propulsor é acoplado a uma nova transmissão CVT, presente nesta 10ª geração do Civic.

O visual é praticamente idêntico ao do modelo americano. Segundo a Honda, a atualização estética ocorre de acordo com a tendência global, mas adaptando algumas características para o Brasil.

Comentários