Oficina Brasil


Carro mais vendido do país, Onix chega em sua nova geração com motores 1.0 de 3 cilindros turbo e aspirado

Além das mudanças significativas no modelo hatch, a versão sedã, o antigo Prisma, agora passa a ser chamado de Onix Plus

Compartilhe
Por Caique Silva


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

5

Construído sobre uma nova plataforma (GEM), o Novo Onix traz os novos motores da GM (turbo e aspirado) e promete dar ainda mais trabalho para a concorrência, que já teve grandes pesadelos em sua geração anterior, vendo o modelo ser disparado o mais vendido do país.

Motor turbo, assistente de estacionamento semiautônomo, acionamento da ignição por botão, sensor de ponto cego e nova geração do multimídia MyLink são as principais novidades disponíveis para o Novo Onix e para o Novo Onix Plus, como passa a ser chamado o sedã, chamado de Prisma em sua geração anterior.

Os novos motores da família Ecotec estreiam nos modelos com a inédita opção turbo, que chama muito a atenção para a categoria e segue a tendência do que muitas montadoras planejam para seu futuro.

O Novo Onix Plus já chegou ao mercado desde setembro, enquanto o tão aguardado hatch terá sua venda iniciada em novembro. Ambos os modelos chegam nas versões LT, LTZ e a inédita Premier, já presente nos modelos premium da GM, como por exemplo Cruze, Tracker e Trailblazer.

A mudança visual presente nos novos modelos, principalmente na grade frontal, faz parte da nova linguagem estética global da GM. Todos os novos modelos lançados pela marca partirão dessa linha em seu design.

Dimensões

O Novo Onix está maior em largura, distância entre-eixos e comprimento. No caso do sedã, o aumento foi de 41 mm, 72 mm e 194 mm, respectivamente. O modelo possui 4.476 mm de comprimento e 1.746 mm de largura.

Conectividade

Depois de seu pioneirismo em conectividade com a multimídia MyLink, os sistemas de projeção AndoidAuto e Apple Carplay e o sistema OnStar, o Onix passa a ser o primeiro modelo de sua categoria a oferecer Wi-Fi a bordo.

Outra novidade que estreia com o Novo Onix é o myChevrolet App. Ele permite maior interação entre o usuário e o veículo. Pelo aplicativo é possível consultar informações do computador de bordo, entre elas o nível de combustível, a vida útil do óleo, o hodômetro e a pressão individualizada dos pneus. Dá para consultar até se há informações de recall.

Mudanças da nova geração

Além da nova plataforma GEM, a estrutura do novo Onix também foi reforçada e agora usa 17% mais de aços de alta resistência. Um dos focos foi a eliminação de peso. Com a nova suspensão, foram eliminados 6kg; do novo sistema de propulsão, mais 15kg. Já o novo eixo traseiro ficou 4 vezes mais rígido. Na condução do Novo Onix Plus, o modelo que já está a disposição da imprensa para avaliações e test-drive, é perceptível essa redução no peso geral do carro.

Motor

A segunda geração do Onix chega com um motor inteiramente novo, de três cilindros, da família Ecotec. Chega em duas configurações: 1.0 aspirado (até 82 cv/10,6 kgfm) e 1.0 com turbo (até 116 cv/16,8 kgfm), ambos acoplados a câmbio manual ou automático de seis marchas.

O motor Ecotec 1.0 Flex Turbo da Chevrolet conta com bloco de alumínio, cabeçote com duplo comando variável de válvulas, coletor de escape integrado e bomba de óleo de duplo estágio de pressão variável.

Confira outras características dos novos motores da GM:

- O volante do motor possui um sistema de dupla massa suspensa que absorve de forma mais eficiente as vibrações provenientes do motor para a transmissão;

- Correia dentada imersa em óleo de funcionamento mais silencioso que o sistema de correntes e igualmente livre de manutenção até 240 mil km;

- Optimização do virabrequim para que os pistões fiquem deslocados do centro dos cilindros para menor atrito da movimentação dos pistões.

O Novo Onix Plus 1.0 Turbo Flex acelera de 0 a 100 km/h em até 9,7 segundos.

Comentários