Oficina Brasil


Taranto começou com pequena distribuição e hoje conta com dez plantas produtivas

Os produtos, como juntas, retentores e embreagens são entregues em todo o Brasil. Conversamos com o gerente geral da marca argentina, Jurandir Defani Júnior, ele afirmou que as peças são oferecidas também em mais 25 países

Compartilhe
Por Vinicius Montoia


Avaliação da Matéria

Faça a sua avaliação

Jurandir Defani Júnior, porta-voz e gerente geral da Taranto no BrasilA Taranto é uma das maiores produtoras de juntas, retentores, peças de borracha e metal, embreagens e peças forjadas e estampadas. Hoje a empresa conta com dez fábricas, três centros de distribuição e um centro de pesquisa e desenvolvimento. 

A marca, fundada em Buenos Aires em 1980, chegou ao Brasil 18 anos depois, em 1998, através de um distribuidor. O Jornal Oficina Brasil conversoucom Jurandir Defani Júnior, gerente geral da empresa no Brasil. Confira a entrevista: 

Jornal Oficina Brasil: Conte um pouco sobre a empresa, quantos funcionários tem, qual a atual situação dela no mercado e um pouco de sua história. 

Jurandir Defani Júnior: A Taranto foi fundada na Argentina, em 1980, por Norberto Taranto. Começou com cinco empregados em um galpão de 120 metros quadrados em Buenos Aires. Hoje tem também plantas em San Juan e Córdoba, além de moderno centro de pesquisas e desenvolvimento de produtos e ferramentas, que tem o objetivo de gerar especialização e novos produtos da linha Taranto, como juntas, retentores, parafusos, embreagens, caixas de direção, componentes de suspensão, peças forjadas e estampadas. Esse centro é importante porque incorpora diferentes elementos para melhoria constante da linha de produtos que dispomos hoje. O grupo Taranto atualmente conta com aproximadamente 800 funcionários. 

Taranto tem plantas nas cidades de San Juan, Buenos Aires e CórdobaO início da operação no Brasil aconteceu com um centro de distribuição localizado no Bairro da Lapa em São Paulo. Atualmente estamos em um galpão próprio na Rodovia Anhanguera, em São Paulo, com cinco mil metros quadrados, distribuindo nossos produtos para todo o Brasil, com a marca já consolidada e reconhecida como produtos de qualidade.

JOB: Qual o portfólio de produtos da Taranto atualmente? 

JDJ: O Grupo Taranto é dividido em cinco unidades na área automotiva, que são: Divisão Vedação -Juntas e Retentores para motores; Divisão Fricção e Estampado - Embreagens e Peças Estampadas; Divisão Fixação - Parafusos de Cabeçote; Divisão Forja- Peças Forjadas; e a Divisão Direção e Suspensão - Caixas de direção e componentes para suspensão – essa última com atuação apenas na Argentina, além de contar com três centros de distribuição, localizados na Argentina, Brasil e México, produtos com a marca Taranto chegam a mais de 25 países, sendo o mercado externo o segmento de maior crescimento da empresa nos últimos anos.

da planta fabril da Taranto em San Juan, na ArgentinaJOB: E como está organizada a distribuição dos produtos, no Brasil? 

JDJ: Os principais canais de distribuição dos produtos Taranto são os distribuidores e as lojas de autopeças de todo o Brasil. Nossa rede de distribuição está espalhada em território nacional. Nossa linha de trabalho visa à proximidade com o cliente, por isso temos uma equipe especializada de vendedores. A idéia é focar na proximidade com nosso mercado, mas com qualidade, por isso temos equipes treinadas em todas as regiões do país. São elas que além de vender, dão o feedback das necessidades e expectativas do reparador.

JOB: Qual a importância do reparador na estratégia da Taranto? 

JDJ: O reparador é de fundamental importância na escolha da marca, ele é quem decide qual marca irá aplicar no veículo do cliente, pela confiança. Por isso a fidelização da marca está diretamente relacionada à experiência positiva dele com o produto. 

Em São Paulo, um estruturado galpão de cinco mil metros abriga as operações comerciais e de distribuição no BrasilJOB: E como alavancar ainda mais a marca com os reparadores? 

JDJ: Levando em consideração as vendas que temos no Brasil conseguimos identificar que já estamos em todo o território. Notamos também que somos uma marca bem aceita pelos reparadores, tanto pela qualidade dos produtos, mas também pelo apoio logístico e de fábrica que proporcionamos. Nossa meta é atingir 40 % das oficinas que estão no mercado brasileiro. 

JOB: O que os reparadores podem esperar da Taranto nos próximos anos? 

JDJ: A Taranto investe continuamente na melhoria de seus processos e produtos e em novas tecnologias existentes para prover soluções eficientes para veículos de última geração. Estamos continuamente transformando nossos processos mais eficazes em cada uma das nossas unidades de negócio.

Fachada da planta fabril da Taranto em San Juan, na ArgentinaJOB: Vocês atuam em mercados extremamente competitivos e com marcas fortes como embreagens, juntas, parafusos e retentores. Qual a posição da Taranto em cada um deles? 

JDJ: A Taranto está posicionada como uma das principais empresas fornecedoras de juntas, parafusos de cabeçote e retentores para motores no mercado brasileiro, conquistando posição de destaque nos 17 anos que está atuando aqui no Brasil. 

No mercado de embreagens estamos atuando há menos tempo, mas estamos bastante satisfeitos com o crescimento que conquistamos diante deste mercado bem competitivo.

JOB: O que a empresa tem feito para o reparador/aplicador em treinamentos, cursos e informações técnicas sobre os seus produtos? 

JDJ: Acreditamos que a informação técnica é o melhor caminho para que nosso produto seja aplicado de maneira eficaz. Estamos sempre investindo em treinamentos com vendedores e reparadores, tanto em nossas instalações como nas oficinas e até mesmo nas lojas de varejo. A ideia é sempre sanar as dúvidas de nossos clientes e proporcionar conhecimento técnico para a melhor aplicação de nossos produtos.

A Taranto tem mais de 800 funcionários e distribui para 25 paísesJOB: Alguns produtos de autopeças só podem ser vendidos se certificados pelo Inmetro. Ocorre o mesmo com os produtos que vocês fabricam? Como você vê essas adequações pelo instituto regulador? 

JDJ: Os produtos que a Taranto comercializa ainda não necessitam da certificação do Inmetro, porém todos os processos da Taranto possuem certificações, além de usarem tecnologia de ponta e matérias-primas de qualidade assegurada, assim nossos produtos são aptos para certificação. 

A regulação é importante, pois assegura ao consumidor final que o produto que está sendo adquirido tem todas as características exigidas para um funcionamento seguro no veiculo em que será aplicado.

JOB: Algumas empresas têm em seu portfólio opções de produtos com foco apenas em preço. Como vocês atuam em relação a isso? 

JDJ: Existe a opção de comprar produtos com diferentes níveis de qualidade no mercado brasileiro. O comprador costuma optar por peças genuínas ou com qualidade similar a peças genuínas, porém em alguns casos a decisão de compra pode ser por preço. A Taranto desde seu início apostou na diferenciação em qualidade de seus produtos e serviços, para atingir o público que busca um produto confiável para seu veículo, e poder competir no mercado mundial. 

No portifólio da Taranto estão juntas, retentores, parafusos e embreagens

JOB: Todos os produtos são feitos aqui ou alguns são importados da Argentina? 

JDJ: Todos os produtos Taranto são produzidos na Argentina, onde estão localizadas nossas plantas industriais. No Brasil, a Taranto possui um centro de distribuição próprio e estruturado em São Paulo, responsável por receber toda mercadoria diretamente das fábricas, e de fazer a distribuição para nossos clientes em todo o país. 

JOB: Fique a vontade para deixar qualquer esclarecimento, recado ou informação para nossos leitores. 

JDJ: Em toda sua trajetória a Taranto manteve uma clara posição empresarial caracterizada pela constante preocupação com seus clientes, com a qualidade de seus produtos, e em manter uma política agressiva de investimentos, que se traduziu em uma profunda transformação em matéria de tecnologia industrial e de gestão empresarial. Essa postura trouxe o reconhecimento de nossa marca no mercado nacional e trabalhamos ainda mais intensamente para que o reparador e parceiro reconheça ainda mais nossos produtos pela qualidade oferecida.

 

Comentários