Oficina Brasil


Amarok com luz do 4x4 ligando e desligando

Saiba como foi solucionado o defeito do modelo da Volkswagen

Por Da redação

Defeito: Este veículo ano 2012 deu entrada à oficina com a luz do 4x4 piscando, o sistema de tração 4x4 funcionava normalmente, mas ao desligar o sistema a luz ficava piscando sem parar, por vezes parando de piscar repentinamente e voltando a piscar em seguida.

Diagnóstico: Após iniciar o diagnóstico, o reparador não conseguiu acessar a central de comando do carro utilizando-se do scanner, logo teve de realizar o diagnóstico todo de maneira manual até que conseguisse outro scanner que conseguisse acessar o sistema.

Enquanto realizava os procedimentos, decidiu compartilhar o problema com seus colegas de profissão através do Fórum de Reparadores.

Um reparador respondeu que já havia pego um problema semelhante e a causa era mal contato do chicote, recomendando que fosse verificado chicote do veículo. Ao realizar a verificação do chicote não encontrou qualquer falha em sua integridade, não justificando o problema com a luz de tração.

Outro colega de profissão questionou sobre o tipo de transmissão desse veículo e acabou por dar uma aula completa sobre o sistema de tração 4x4, que nesse veículo é permanente, operado com o auxílio do sistema de controle de tração, permitindo que a tração seja 4x4 de forma integral sem prejudicar a dirigibilidade do veículo na cidade.

Após essa excelente explicação, o reparador confirmou para seus colegas que o carro possuía transmissão automática e ao verificar novamente o sistema, após a explicação relatada no Fórum, concluiu que a luz acesa do painel que apresentava problemas era do sistema de bloqueio eletrônico do diferencial.

Solução: Novamente seu colega de profissão deu um show de conhecimento e explicou o funcionamento completo do sistema de bloqueio eletrônico do diferencial, que funciona bloqueando a distribuição de tração, unindo as rodas e fazendo que elas girem por igual, fornecendo assim a tração suficiente para que o veículo consiga vencer o obstáculo que não conseguiria em um veículo sem o bloqueio do diferencial.

O companheiro de profissão ainda recomendou que fosse conferido todo o sistema do diferencial, removendo a tampa e conferindo os itens.

Mesmo já tendo feito a revisão do diferencial e não constatado falhas na atuação do bloqueio eletrônico do diferencial, o reparador decidiu seguir a dica do companheiro e abrir o diferencial novamente. Ao remover a tampa do diferencial, constatou-se que haviam limalhas de ferro alojadas próximo do sensor de bloqueio do diferencia, que por ser eletromagnético, atraía o pó de ferro gerando curto e causando a falha na luz do painel.

Depois de realizar a limpeza e manutenção do sistema, o veículo foi testado e não mais apresentou as falhas. Sendo então liberado para o cliente.

Comentários