Oficina Brasil


Descubra como otimizar a gestão fiscal do seu negócio em 5 passos

Manter uma boa gestão fiscal é necessário para a saúde financeira da empresa

Por Fábio Moraes

Administrar uma empresa significa lidar com inúmeras obrigações. E, em meio a tantas tarefas complexas, uma das grandes responsabilidades que um gestor se depara é com a gestão fiscal. Além de conseguir lidar com processos, projetos, pessoas e com toda a parte administrativa do negócio, esta é uma parte extremamente burocrática que não pode ser ignorada. Por isso, otimizar a gestão fiscal da empresa deve ser uma prioridade. 

Para garantir a saúde financeira da empresa, ter a segurança na hora de fazer investimentos e de otimizar a margem de lucro, é essencial se manter livre de multas pela Receita Federal. Fizemos esse post com informações importantes que irão te ajudar a administrar bem a gestão fiscal da sua empresa. Continue lendo e confira! 

O que é gestão fiscal? 

A gestão fiscal é a área que controla e acompanha todas as atividades que tenham relação com tributos diretamente ligados ao Fisco – autoridade fazendária que controla e fiscaliza a legislação tributária do país –, sendo elas as obrigações tributárias, pagamentos de impostos e escrituração fiscal. 

Ela é responsável por otimizar o recolhimento dos tributos e garantir a regularidade da empresa, assegurando que a organização esteja sempre de acordo com a legislação. Os benefícios de otimizar a gestão fiscal são inúmeros. Alguns deles são: 

  • Fazer com que os gestores tenham informações mais certeiras em relação à saúde financeira da empresa; 

  • Evitar autuações; 

  • Ajudar a maximizar os lucros com a análise da melhor forma de tributação. 

Você sabe qual é a diferença entre elisão fiscal e evasão fiscal? Aprenda aqui!  

Quais ações tomar para otimizar a gestão fiscal? 

Não podemos fugir da cobrança de impostos e obrigações tributárias. Porém, existem diversas ações simples e efetivas que ajudam a melhorar a saúde financeira da sua empresa. Conheça algumas delas a seguir: 

1. Não fugir da lei 

Esta dica chega a ser quase uma ordem! Deixar de relatar tributos, declarar sem precisão ou deixar de efetuar seu pagamento é considerado crime de evasão fiscal (Lei n° 8.137/90). As medidas punitivas podem ir de multa até a prisão.  

Então, mantenha sua empresa na legalidade! Fique extremamente atento com sua gestão fiscal para não correr o risco de sofrer consequências graves. 

2.  Economizar tributos 

Ter uma boa gestão fiscal pode significar redução de gastos com os próprios tributos. Mas, como assim? Parece contraditório, mas não é. Planejar adequadamente todos os procedimentos econômicos e fiscais de sua empresa pode fazer com que ela faça escolhas mais vantajosas e baratas. 

Assim, você poderá, por exemplo, beneficiar sua empresa com os incentivos fiscais. Portanto, otimizar a gestão fiscal pode reduzir gastos imediatamente, sendo um enorme benefício investir em uma boa gestão fiscal. 

3. Conhecer sua empresa 

Quanto mais você conhece sua empresa, seus colaboradores e seus ativos e passivos, mais você terá a gestão fiscal em mãos. Cumprir suas obrigações legais com o Fisco permite que você conheça ainda mais sua empresa, tendo em vista que existem tributos que incidem sobre o faturamento, sobre o valor de seus bens etc. Ou seja, você estará ainda cada vez mais ciente sobre todos os aspectos da sua empresa. 

4. Ter um bom planejamento fiscal e tributário 

Além da enorme burocracia, a carga tributária brasileira é muito alta, o que acaba prejudicando os lucros de qualquer empresa. Para reduzir os danos desta condição, é essencial fazer um bom planejamento que elimine falhas e erros dos processos. 

Portanto, faça um planejamento e o execute corretamente! Assim fica muito mais fácil não ter despesas futuras consertando erros ou pagando multas.  

5. Utilizar a tecnologia a seu favor 

Essa dica é imprescindível para se ter um bom controle fiscal! A tecnologia aparece hoje em dia como uma grande aliada da sua empresa, facilitando e otimizando grande parte do trabalho. A praticidade oferecida pela tecnologia de softwares de gestão ajuda muito a gestão fiscal do seu negócio. Eles simplificam, organizam e te oferecem todas as informações em telas na nuvem. 

Tendo em vista os benefícios de uma boa gestão econômica para a organização de seu negócio, além do retorno financeiro proporcionado, investir em um software de gestão pode ser um grande investimento para o seu negócio! 

 

Comentários