Lançamentos - Vinicius Montoia

Peugeot 3008 chega com motor 1.6 turbo de 165 cv e 24,5 kgfm de torque

SUV topo de linha da marca francesa oferece bancos com massageadores e console central refrigerado

SUV topo de linha da marca francesa oferece bancos com massageadores e console central refrigerado

Um SUV que chega para dar ao segmento uma nova referência de acabamento, estilo e dirigibilidade. A começar quando o motorista entra no veículo, que já encara um painel com botões que lembram uma cabine de aeronave. Mas antes disso, falemos dos atributos externos.

O carro tem a nova identidade visual da marca e vem com 4,44 metros de comprimento, 1,90 m de altura, 1,65 m de largura e 2,67 m de entre-eixos. Primeiramente o veículo deixou de ter aquele corpão de “minivan” e agora passa a ser um SUV de “raiz”, com linha de cintura mais alta, capô longo e horizontal, frente verticalizada (mais reta), caixas de roda maiores, parte inferior da porta cromada, rodas de 19 polegadas diamantadas com acabamento em dois tons, todas as luzes externas são de LED – tanto na frente quanto na traseira -, incluindo as luzes diurnas. A grade dianteira também chama atenção e é contornada por metal cromado, que também está presente nas laterais do para-brisas.

A traseira também traz um desenho surpreendente. As lanternas, juntamente com as luzes de freio, são permeadas por uma faixa na cor preta que avança sobre o vidro traseiro inclinado. Segundo a marca as lanternas traseiras têm as três “garras” do leão, assinatura da marca francesa. No carro que pudemos testar deu para perceber quanto esmero tiveram os designers da marca para constituir esse belo conjunto. A para-choque traseiro traz ainda detalhe cromado, mas não há dupla saída de escape conforme insinuado na peça traseira.

Interior

A partir de agora passamos a falar da melhor parte de dirigir um 3008. A qualidade dos materiais utilizados na cabine, junto com a ótima posição de dirigir, é o ponto mais forte do modelo. O painel é composto por uma mescla de plástico macio ao toque e tecido, todo contornado por uma luz ambiente em tom azul claro, que combina com a cor utilizada no multimídia e no cluster digital customizado, que é o mostrador, com 12,3 polegadas à frente do motorista.

Tudo isso forma o interior mais aconchegante entre os veículos da marca e, de acordo com a Peugeot, é uma evolução do i-Cockpit 2.0. Ou seja, painel de mostradores mais elevado e volante com menor raio e base e topo achatados. E esse volante, com assistência elétrica, é um capítulo à parte: uma peça que deveria apenas servir para guiar o veículo ganhou a função de fazer com que o motorista tenha vontade de acelerar. Pois é, não é o ronco do motor, nem o barulho do escapamento. Quando o motorista envolve os dedos e a palma da mão no volante Sportdrive é imediatamente remetido à curvas sinuosas, feitas com o pé “embaixo”, próximo a belas paisagens e muito vento no rosto. Foi isso o que pudemos degustar a bordo do 3008 durante a subida da Serra de Petrópolis, no Rio de Janeiro. A peça tem couro integral, inserções cromadas e elementos decorativos em preto brilhante.

Os mostradores podem ser customizados e apresentam diversas informações, dependendo do que o motorista desejar. Já a tela multimídia de 8 polegadas, ligeiramente voltada para o motorista, está posicionada no centro do painel e possui seis teclas chamadas de “toggle switches”, que proporcionam acesso direto às principais funções: rádio, climatização, navegação, parâmetros do veículo, telefone e aplicativos móveis.

Outra novidade no modelo 2017 do 3008 são os bancos, tanto do motorista quanto do passageiro, que possuem massageador. O sistema pneumático com oito bolsas de ar proporciona muito conforto e possui cinco tipos de massagens diferentes que podem ser selecionados separadamente pelo condutor e passageiro diretamente em um botão situado na estrutura do banco e o tipo de massagem pode ser escolhido na tela multimídia no centro do painel. Os modos disponíveis são: Cat Paw (patas de gato), onda ascendente, área superior, área inferior, lombar e ombros.

O teto do 3008 vem com luz ambiente azul e há teto solar nessa versão única do SUV, com abertura automática. Há ainda um porta-luvas com oito litros e console central refrigerado, com 32 litros de espaço disponível.

 

Pé embaixo

 

O motor 1.6 THP de 165 cv, abastecido apenas com gasolina, consegue cumprir o papel, apesar dos 1.567 kg do SUV. O que o auxilia nessa tarefa, além dos 24,5 kgfm de toque a 1.400 rpm, é o câmbio automático de 6 marchas que tem a opção de trocas manuais na alavanca ou por aletas atrás do volante.

As retomadas são vigorosas e o câmbio funciona bem quando exigido. Mas em situações de trânsito ainda é possível sentir um pouco de tranco. A direção ganha peso em alta velocidade e a tecla “Sport” faz com que a transmissão “estique” um pouco mais as marchas. O desempenho, com o veículo vazio, é bom, mesmo em subida de serra.

Para quem gosta de viajar com a família, o porta-malas tem capacidade de 520 litros. O silêncio a bordo é um dos pontos positivos do utilitário esportivo, que também proporciona ótimo espaço para todos os ocupantes.

O 3008 chega em versão única e o preço é de R$ 135.990. Esse preço permanecerá o mesmo somente durante o período lançamento. O carro poderá ser encontrado em todas as concessionárias da marca em 4 cores: Cinza Artense, Preto Perla, Metallic Copper e Branco Nacré (perolizado).

comentários
Avaliar:

Comentários