Evento - Da Redação

Novo Centro de Distribuição de Peças da Mopar vai suprir demanda de oito estados brasileiros

Com aproximadamente dois milhões de peças por mês, unidade vai abastecer mais da metade das concessionárias Fiat, Chrysler e Jeep

A Mopar inaugurou no dia 13 de julho o seu novo Centro de Distribuição de Peças (CDP), em Hortolândia, interior de São Paulo. Este novo CDP, de acordo com a marca, é considerado o mais moderno do país e faz parte da estratégia da marca de expandir a presença no território nacional.

A área total é de 42 mil m², com investimento de aproximadamente R$ 15 milhões para a consolidação deste novo CDP, que vai gerar 300 empregos (diretos e indiretos) e tem capacidade de operação de 2 milhões de peças por mês, tendo a obrigatoriedade de abastecer mais de 400 concessionárias da Fiat, Jeep e Chrysler de oito estados brasileiros: Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rondônia e Acre, com peças vindas dos Estados Unidos, Europa e das unidades brasileiras da marca.

Tudo isso foi feito para gerar mais agilidade na entrega de peças: “nossa missão é trabalhar para entregar as peças na hora e com a máxima qualidade possível, simplificando a vida das pessoas”, comenta Francesco Abbruzzessi, diretor da Mopar para a América Latina.

O novo CDP da Mopar faz parte de uma rede de mais de 50 unidades semelhantes pelo mundo. Segundo a marca, há 500 mil peças e acessórios para os mais de 70 milhões de veículos atendidos ao redor do mundo.

Exclusivo Oficina Brasil

O Oficina Brasil conversou com exclusividade com o diretor da Mopar, que contou as outras novidades que acompanham o novo Centro de Distribuição como, por exemplo, o novo site Reparador Fiat: “no Portal nós vamos publicar, muito em breve, dicas, mandaremos e-mail marketing e manteremos um contato frequente com esses importantes parceiros. Aqui na Mopar nós não vendemos fumaça, ou seja, quando prometemos nós entregamos efetivamente. Um dos ganhos do site foi o EPER, catálogo de peças Fiat, no qual o reparador consegue acessar e consultar a peça correta e código certo para consertar o carro do cliente final. E o sistema disponibilizado por nós é o mesmo utilizado pelas concessionárias. Lá é possível ter acesso à nossa nova linha de peças, a Classic Line, e para veículos novos também. O guia de manutenção fácil ensina como aplicar essas peças, com passo a passo. Isso é ótimo para o dia a dia do reparador, para que ele opere da forma mais eficiente possível”, declarou.

Abbruzzessi conta que, com o novo posicionamento da Mopar, quer estreitar a relação com os profissionais do aftermarket: “o conceito é consolidar o relacionamento com o reparador porque, em suma, ele atende o meu cliente. É o nosso carro, seja Fiat, Jeep, Chrysler, Dodge ou Ram que está nas mãos do consumidor. Meios possíveis para adquirir conhecimento e acesso à peças é o que podemos oferecer para ajudar.”

Pensando na capacidade que passa a ter para entrega de peças e no Classic Line, Abbruzzessi afirma que todos podem conviver no setor independente: “nós sempre teremos um parque circulante de quatro, cinco, seis anos que tendencialmente deixa de utilizar a rede de concessionárias. Eles passam a frequentar as oficinas independentes e elas são parceiras nossas porque atendem os clientes das nossas marcas. E mesmo que tenhamos 550 concessionárias, não temos a capilaridade que a rede independente tem para reparar veículos.”

comentários
Avaliar:

Comentários