Oficina Brasil


Do fundo do baú: os 50 anos do Mustang Bullitt

O clássico da Ford que nasceu no cinema recebe sua terceira geração após fazer muito sucesso na década de 60

Por Da Redação

A Ford revelou esta semana no Salão de Detroit, nos EUA, o Mustang Bullit terceira geração, que comemora os 50 anos do modelo original, grande destaque do filme “Bullitt”, que estreou em 1968.

Seu sucesso levou a Ford a criar, em 2000, um conceito do Mustang inspirado no modelo. A resposta do público foi tão positiva que ele acabou sendo lançado no ano seguinte em edição limitada de cerca de 6.500 unidades.

Herdeiros do ator Steve McQueen, protagonista do filme onde o carro fez tanto sucesso, colaboraram com a Ford no design dessa série especial, que era equipada com um motor V8 de 4,6 litros, com potência de 265 cv e 42 kgfm de torque.

Em 2008, a Ford lançou a segunda edição do Mustang Bullitt, comemorando os 40 anos do filme. Como o original visto na tela, o carro se destacava pelo estilo despojado, dispensando emblemas e até o ícone do cavalo na grade dianteira, assim como spoilers e as clássicas entradas de ar nas laterais. Seu motor V8 de 4,6 litros trazia 50 cavalos adicionais de potência e 2,8 kgfm a mais de torque.

A terceira geração do Mustang Bullit será vendida em edição limitada a partir de meados deste ano nos Estados Unidos, com motor V8 5.0 de mais de 480 cv e torque de 58 kgfm.

Outra surpresa na apresentação foi a exibição do Mustang GT 1968 original do filme, cujo paradeiro ficou ignorado durante quatro décadas até ser recentemente localizado e restaurado. Seu dono atual herdou a relíquia do pai e teve a honra de dirigir o carro no palco durante o evento.

Comentários