Oficina Brasil

Publicidade

Mon09012014

Última atualização10:14:24 PM GMT

Investimento no motorista melhora desempenho profissional

Avaliação do Usuário: / 2
PiorMelhor 
  • Anterior
  • 1 of 6
  • Próximo

Empresas, montadoras e prestadoras de serviço já oferecem ações voltadas ao motorista

O profissional das estradas tem uma vida estressante. Não é fácil ficar horas no trânsito ou dirigir por dias até o destino. Investimentos no bem estar, na capacitação e em treinamentos específicos oferecem diversos benefícios que vão além da melhoria da questão profissional, garante também qualidade de vida.

 

Por isso, montadoras, transportadoras, sindicatos e empresas de gerenciamento de rodovias investem em programas voltados ao motorista, como cursos, ações de saúde, concursos, entre outras atividades, pois os motoristas profissionais são os seus maiores parceiros.  É importante que o motorista se sinta valorizado, principalmente nos dias atuais, onde a mão de obra está difícil. “Investir no motorista é um trabalho de manutenção. As coisas evoluem muito rápido e ele precisa de treinamento, pois veículos estão cada vez mais modernos e com muitos equipamentos eletrônicos”, disse Luiz Carlos Podzwato, superintendente do Setcepar (Sindicato das Empresas de Transporte de Carga no Paraná).


O investimento vale à pena, pois é uma maneira de valorizar o profissional. Cursos de capacitação auxiliam o motorista a melhorar condução dos veículos, tornando a viagem a mais econômica possível. Além disso, é importante integrar o motorista às novidades tecnológicas, investir em cursos de informática e de sistemas atuais. Com esses investimentos o profissional aprende mais, dirige melhor, gera economia e qualidade na empresa “Os caminhões atuais não são como os antigos, mais duros. Sabendo dirigir, gera uma economia de 6% no consumo de diesel, e muitos não sabem disso” afirma Podzwato.
Segundo Podzwato o investimento é compensado na economia dos veículos e na permanência dos profissionais na empresa, pois há reconhecimento profissional. “Vale o investimento por que os profissionais são mais valorizados, e com isso, têm melhores condições de trabalho”, concluiu.


Cuidado com a Saúde
O investimento na saúde do motorista também é importante.  Motoristas com boa qualidade de vida trabalham melhor, mais dispostos e isso colabora com a diminuição de acidentes. Muitas vezes o profissional se esquece de ir ao médico, por exemplo, principalmente pela falta de tempo e isso é perigoso. Uma pesquisa do Ministério da Saúde revelou que a cada três mortes de pessoas adultas, duas são de homens. A cada cinco pessoas que morrem entre 20 e 30 anos, quatro são homens. Homens vivem em média sete anos menos que as mulheres. O investimento em Saúde diminui o número de motoristas afastados, o que acarreta prejuízos para as empresas.


Luiz Carlos Podzwato ressalta que é preciso ficar atento à saúde do motorista. Segundo ele, é essencial que as empresas possuam informações, a fim de levar o motorista a ter uma vida mais saudável.  Tudo isso influencia no trabalho, nas viagens e a qualidade de vida do profissional na hora de pegar a estrada. “É o motorista quem representa a empresa na estrada, ele é a referência. É papel da empresa orientar sobre os malefícios que a bebida, o cigarro, o uso de arrebites, o mau posicionamento dos bancos, podem causar”, afirmou.

Ação
Uma ação simples e que faz a diferença para o profissional é Programa Estrada para a Saúde promovida pela CCR NovaDutra. A atividade é destinada ao bem-estar do motorista profissional e, desde 2001, oferece gratuitamente aos caminhoneiros o trabalho de uma equipe de médicos e enfermeiros que realizam exames clínicos na beira da estrada. “O motorista esquece-se de cuidar de si próprio na correria do dia a dia. O programa é uma maneira de levar a ele uma atenção especial. Eles são responsáveis por 58% do transporte brasileiro. Quanto mais se cuida da saúde, mais segurança temos na estrada. Já atendemos motoristas com início de infarto, e ele não sabia”, revela Carla Fonazaro, da CCR Nova Dutra.


Além disso, também conta com a parceria da empresa de manutenção preventiva de veículos  Carro 100% e Caminhão100% , em parceria com o Sindirepa, que realiza a verificação sistema de freios, suspensão, pneus, faróis, além de outros itens essenciais dos caminhões.


A ação já atendeu mais de 19 mil motoristas profissionais. As atividades são desenvolvidas por meio de parcerias com universidades, escolas da área de saúde, prefeituras, empresas e instituições ligadas à área de Transportes e acontecem uma vez por mês, as quartas e quintas-feiras.


A intenção da empresa é a médio e longo prazos contribuir para a reeducação e mudança de hábitos dos caminhoneiros, o que representaria uma grande conquista social. Motoristas com boa qualidade de vida trabalham melhor, o que colabora para a redução dos índices de acidentes na rodovia.


Cursos e capacitação
Com objetivo do curso de reduzir a falta de 90 mil motoristas profissionais que existe hoje no país, a Scania em parceria com a Fabet (Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte) promove o Programa Caminhão Escola Básico. As aulas possuem três módulos e são ministradas em Mairinque, São Paulo, e em Concórdia, Santa Catarina. Os cursos contam com 15 caminhões cedidos pela montadora para as aulas prática, equipando os laboratórios de mecânica e fornecendo material didático, além de apoio financeiro.


O Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas no Paraná (Setcepar) inaugurou neste ano o Instituto Setcepar de Educação no Transporte, que tem como objetivo proporcionar treinamento às empresas de transporte que quiserem capacitar ainda mais sua equipe de motoristas. São 44 horas-aula em cinco dias, onde são abordados temas como ética, postura profissional, respeito ao meio ambiente, qualidade de vida, direção responsável, condução econômica, segurança operacional, primeiros-socorros, dentre outros aspectos da função. O curso já atendeu 200 profissionais.


Segundo o presidente da NTC&Logística, Flávio Benatti, investir no motorista profissional é sempre um ganho. “Não tenho a menor dúvida que em toda profissão é necessária a qualificação. Quando são assistidos, o profissional é qualificado e isso muda a qualidade de vida do motorista e da família dele”, ressaltou.


O Conselho Regional do Estado de São Paulo do SEST SENAT (CRSP) desenvolve projetos para que as unidades operacionais (28 no Estado) possam oferecer treinamentos aos motoristas profissionais. O Programa de Desenvolvimento Profissional - Especialização do Motorista - formado pelos cursos de Excelência Profissional para Motoristas do Transporte de Cargas e Condução Segura e Econômica, que visa melhorar a performance do motorista de caminhão no volante.  Ele busca desenvolver atitudes defensivas dos motoristas no trânsito, economia de combustível e demais itens agregados, como pneus, por exemplo, além de proporcionar oportunidade para conhecer as novas tecnologias que estão disponíveis em sua ferramenta de trabalho, que é o caminhão. Desde 2009, o programa já 696 motoristas em cursos de Excelência no Transporte de Cargas e Direção Segura e Econômica.

Para se ter uma ideia, em 2009, o índice médio de redução de troca de marca dos treinandos, chegou a ser de 50,9%, sendo o maior número registrado de 70,8% e o menor de 16,5%. A redução média do uso do combustível foi de 9,8%, sendo o maior índice de 24,5% e o menor de 0,6%. Na avaliação do uso dos freios a média de redução apresentada foi de 58,6%, sendo o maior índice de 88,8% e o menor 15,5%. Para 2010 está previsto o treinamento de 788 motoristas em todo o Estado.


Benatti ressalta ainda que investir em capacitação é um ganho também para a empresa. “No mercado, uma empresa com profissionais qualificados e formados adequadamente é diferenciada, porque os profissionais são mais bem preparados, sabem lidar com o cliente, com o embarcador da empresa que presta serviço”, disse.


Montadoras também investem
Investir programas eleva a auto-estima do motorista. Algumas montadoras promovem anualmente ações voltadas aos profissionais das estradas. As ações contam com atendimento à saúde, dicas de mecânica, cursos profissionalizantes, entre outros.


A Ford possui há 11 anos uma unidade móvel de atendimento odontológico gratuito aos caminhoneiros e comunidades carentes de todo o Brasil. Com 11 anos de existência, o projeto Sorrindo com a Ford já atendeu mais de 34 mil caminhoneiros e 10 mil pessoas nas comunidades e realizou mais de 120 mil procedimentos, entre consultas, profilaxias, raspagens, restaurações, cirurgias e emergências. Além disso, promoveu palestras para mais de 80 mil crianças em 155 escolas e distribuíram mais de 125mil kits de higiene bucal. No total, percorreu 316.805 km e visitou 366 municípios de 22 estados brasileiros.


A Scania promove a competição “Melhor Motorista de Caminhão do Brasil”, criada e organizada pela Scania com o objetivo de promover mais segurança nas estradas e eficácia no setor de transporte. O evento está na terceira edição e é um exemplo de responsabilidade social. A competição leva às regiões mais distantes do País lazer e atividades gratuitas, como corte de cabelo, exames de glicemia e pressão, espaço de recreação para crianças, além de oferecer palestras de higiene bucal. O grande vencedor da disputa ganha um pacote de prêmios denominado “Um Caminhão de Prêmios”, com aparelhos eletrônicos, móveis e eletrodomésticos, em um valor estimado de R$ 25 mil.


A Volvo disponibiliza em seu site um Simulador de Custo Operacional Eletrônico para auxiliar o transportador brasileiro a conhecer um pouco mais a realidade do seu negócio e a planejar melhor sua operação. O simulador oferece, de forma interativa, o cálculo de custo operacional e tem a intenção de promover interação e a simulação. Nele, o motorista pode visualizar o custo por quilômetro, para isso, o usuário preenche os campos com dados de sua operação, como preço de compra, preço do diesel, e impostos, entre outros.


Além disso, a montadora possui programas como o “TransFormar”, um treinamento que visa o comprometimento dos motoristas com um trânsito mais seguro nas estradas, mas também está dirigido para uma condução mais econômica. A metodologia do programa está baseada no gerenciamento de riscos e voltada ao comportamento do motorista nas diferentes etapas da viagem, desde o planejamento e a implementação das verificações, passando pela operação propriamente dita, até a avaliação final dos resultados da viagem.


A MAN Latin America oferece atividades de treinamento. Os cursos técnicos são ligados a manutenção corretiva e preventiva, além dos treinamentos sobre a operação dos caminhões e ônibus, chamados de Direção Econômica e Defensiva. Os interessados devem procurar a concessionária mais próxima para informações. Além disso, a empresa investiu na expansão dos serviços oferecidos pela rede e a preocupação com a acomodação e conforto dos motoristas, por isso, ampliou e modernizou suas instalações em concessionária para oferecer aos motoristas melhores condições de acomodação, como salas de espera com equipadas, entretenimentos, dormitórios, refeições, entre outros.

Você precisa ser registrado para comentar - Login

Usuário