Oficina Brasil

Publicidade

Wed11262014

Última atualização02:57:57 PM GMT

Troca do filtro de combustível no Toyota Corona é muito mais demorado que no Corolla

Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 
  • Anterior
  • 1 of 34
  • Próximo

Fomos até a oficina Gigio’s Eletric Bosch Car Service, localizada na zona sul de São Paulo, para acompanhar os reparadores Danilo José Tinelli e Ocimar Souza Garcia em um procedimento de troca de filtro de combustível. Apesar de relativamente simples, neste modelo pode demorar até duas horas, pois não permite o acesso do reparador aos componentes.

A Redação do Jornal Oficina Brasil também constatou este fato, porque, durante o processo de reparação, foi necessário que outro reparador continuasse a manutenção.

Embora parecidos visualmente, a principal diferença entre os Toyota Corolla e Corona é a motorização. Os Corolla até 1997 (foto A) podem ser equipados com motor 1.6 litros 4A-FE ou o 1.8 litros 7A-FE. Já no Corona (foto

B), a maioria das versões que veio ao Brasil eram equipados com o mesmo motor 1.8 do Corolla ou um motor 2.0 litros 16v 3S-FE, como é o caso deste modelo que acompanhamos a reparação. O Corona é um modelo da Toyota maior e mais espaçoso que o Corolla.

ACESSO RUIM
No Toyota Corona, o acesso ao filtro de combustível é prejudicado pela central do ABS localizada do lado do motorista, diferente do modelo Corolla, que está do lado do passageiro.
Para aumentar ao máximo o espaço de trabalho e o campo visual para esta substituição, comece o procedimento removendo alguns componentes como o filtro de ar, duto de entrada de ar e alguns suportes.
1) Com o auxílio de um alicate, desconecte a mangueira do respiro;
2) Solte as duas braçadeiras da tubulação de admissão de ar;
3) Remova a tubulação de admissão;
4 e 4A) Abra o compartimento do filtro de ar e retire-o;
5) Retire os três parafusos e remova o suporte do filtro de ar;
6) Utilizando um prolongador com ponta articulada,... 6A e 6B) ...solte o parafuso que conecta o flexível da mangueira ao duto de combustível;
7) Solte a outra extremidade do duto, parafusada à saída do filtro de combustível. 7A) Atenção para não perder as duas arruelas que estão no parafuso. Retire o duto;
8) Para aumentar o espaço e facilitar o acesso, solte os parafusos e retire o suporte do flexível da mangueira de combustível. Cuidado que estes parafusos e arruelas caem e se perdem com facilidade;
9) Continue o procedimento de retirada do filtro de combustível pela caixa de rodas, então suba o veículo no elevador.
10) É importante avaliar o tamanho do seu braço para ter acesso ao filtro de combustível. O braço do reparador Danilo (foto 10) não entrou no espaço “disponível” para executar o reparo, portanto, quem seguiu com o processo foi Ocimar (foto 10A), que tem um braço mais fino que seu colega.
11) Afrouxe o parafuso do suporte do filtro de combustível para proporcionar maior flexibilidade ao sistema e facilitar a troca;
12) Desrosqueie o duto que vem da bomba de combustível. Com uma chave fixa 19 segure o elemento filtrante e com uma 14 desrosqueie a porca. O espaço para trabalhar com as duas mãos é tão apertado que o ângulo de soltura das chaves fixas é de apenas 1/8 de volta. Ou seja, leva-se muito tempo para desroquear completamente. 12A) Para soltar completamente, é necessário terminar o desrosqueio com a mão. Retire o filtro;

SUBSTITUIÇÃO
13) O sistema de encaixe entre o duto de combustível e o filtro é do tipo “niple”, por isso não possui arruela ou vedação;
14) Acople o novo filtro em seu suporte. Primeiramente encaixe o tubo de alimentação de combustível e rosqueie manualmente os primeiros fios da rosca. Se a porca entrar desalinhada, pode prejudicar ou estragar a rosca de ambos os componentes;
15) Faça o aperto desta porca com a chave 14, usando a chave fixa 19 para segurar o elemento filtrante. Ainda não faça o aperto do suporte, para facilitar a instalação;
16) Desça o elevador para continuar o procedimento pelo compartimento do motor;
17) Deixe o filtro na posição correta, com o apoio do duto de saída que vai para a flauta dos bicos (simulado na foto pelo dedo) voltado para a sua esquerda. 17A) Nesta etapa, suas únicas ferramentas para encaixar a rosca do duto que sai do filtro de combustível são sua mão e seu tato. Além disso, é possível encaixar apenas uma das mãos no espaço sob a central do ABS, onde é instalado este componente;
18) Coloque o parafuso do duto de saída com suas duas arruelas, mostrados na etapa 7A. 18A) Para não perder as arruelas durante a montagem, aplique graxa no entorno do parafuso para segurar as arruelas, com cuidado para não entrar graxa dentro do parafuso;
19) Faça o aperto do parafuso utilizando dois alongadores na catraca e um soquete 17;
20) Fixe novamente o suporte do flexível da mangueira de combustível;
21) Reaperte o parafuso do flexível, inicialmente com a mão e dê o aperto final com a chave. Ainda não monte o suporte do filtro e a tubulação de entrada de ar. Elas diminuem a iluminação para executar a etapa a seguir;
22) Erga o elevador novamente e faça o aperto final no suporte (alojamento) do filtro, com acesso através da caixa de rodas;

FINALIZAÇÃO
23) Desça o veículo do elevador e monte o suporte do filtro de ar;
24) Recoloque o filtro. 24A) Feche o suporte;
25) Reencaixe a tubulação de entrada de ar e aperte suas duas braçadeiras;
Revise todos os apertos nos componentes que foram removidos durante a manutenção. Faça o teste de estanqueidade para verificar se há vazamentos no sistema: ligue o motor do veículo e observe tátil e visualmente se há partes que ficaram úmidas com combustível.

Você precisa ser registrado para comentar - Login