INTRODUÇÃO


AGORA VAMOS FALAR SOBRE O SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICO. É IMPORTANTE SABER QUE A AÇÃO HIDRÁULICA É OBTIDA COM O FLUIDO SOBRE ALTA PRESSÃO DE UM LADO OU DE OUTRO DA CREMALHEIRA.

- A bomba hidráulica acionada pelo motor recebe o fluido do reservatório e o envia sob pressão ao mecanismo de direção.

O fluido retorna ao reservatório através de um sistema de mangueiras, com função secundária de refrigerar e lubrificar o sistema.

- No caso do sistema de direção hidráulico, é importante que você sempre verifique o nível do fluido ou se existem vazamentos ou ruídos quando o volante é esterçado. Mais importante do que corrigir qualquer vazamento é identificar com precisão qual a sua origem.

- A troca do mecanismo ou da bomba hidráulica deve ser feita caso o vazamento seja do tipo externo, que pode ser identificado de forma visual ou por baixar o nível do fluido

-Também pode ocorrer vazamento interno implicando no funcionamento do sistema. Essa situação só é identificada na bancada de teste.

-Vazamentos externos podem ser identificados pelas mangueiras, tubulações, retentares, caixa de direção ou bomba.

- É importante verificar se a coifa não possui presença de fluido hidráulico.

- Um detalhe é sempre verificar o nível do óleo no reservatório e se ele não possui sinal de vazamento, já que algumas caixas hidráulicas possuem conexão direta com a bomba. Fique atento às mangueiras de direção e confirme se elas não estão ressecadas ou com obstruções.

- Outro problema comum no sistema de direção hidráulico pode ser a cavitação, o barulho causado pela presença de ar. Isto pode ser corrigido com uma sangria no sistema.

- DICA: Nas manutenções de mecanismos, sempre faça medições em uma bancada de teste específica, que sempre está disponível nos postos autorizados TRW.